Categoria: Notícias

Nesta postagem destacamos algumas das principais lições de Ricardo Arona para você desenvolver seu espírito de lutador e também lutar com olhos de tigre.

Em 2000, recém promovido da faixa-roxa para a faixa-marrom de Jiu-Jitsu, o lutador Ricardo Arona despontou como estrela da célebre academia Carlson Gracie.

Dono de um olhar frio e um coração quente, o jovem niteroiense de 21 anos se embolava sem medo com os faixas-pretas do time, e assim foi moldando sua gana e afiando suas garras.

Leia mais Lições de vida e de Jiu-Jitsu de Ricardo Arona

Bia Basílio vem fazendo história

Bianca Basílio, ou Bia Basílio de  22 anos, reinou no peso leve do Campeonato Brasileiro, ao conquistar seu primeiro título brasileiro na faixa-preta. Bianca atuou por cima e foi estratégica para vencer Ana Schimidt (Team Marcos Cunha) por 4 a 0 nas vantagens. O torneio foi encerrado no dia 6 de maio, em Barueri, São Paulo.

A paulista, que vem embalada desde World Pro, onde também foi campeã, comenta a vitória no maior torneio do Brasil e aproveita para analisar a vitória na final da categoria.

Leia mais Bia Basílio quer o ouro no Mundial

Um dos maiores nomes da história do MMA, o brasileiro Vitor Belfort vai realizar a última luta pelo Ultimate no próximo sábado (12), contra Lyoto Machida, no Rio.
Para não oferecer o “ouro ao bandido”, Vitor Belfort se esquivou das perguntas quanto a estratégia para a luta com Lyoto Machida, no próximo sábado (12), pelo UFC 224, que marca o fim de sua trajetória no Ultimate. Sobre o futuro, se vai seguir lutando ou não em outra organização, o carioca deixou em aberto e revelou que “busca objetivos maiores”.

Leia mais Belfort comenta seu futuro no MMA

O milagre da rivalidade no Jiu-Jitsu

Quando Carlson Gracie era jovem, seu pai, Carlos, tinha um jeito bastante curioso para incentivar o filho a fugir da estagnação nos treinos de Jiu-Jitsu. Carlos anunciava aos jornalistas cariocas que João Alberto Barreto, à época instrutor da Academia Gracie, seria o representante da família para o próximo grande desafio de vale-tudo.

Leia mais Matéria da Gracie Mag de 2012 O milagre da rivalidade no Jiu-Jitsu

Foram três semanas, três torneios e muitas batalhas, mas Felipe Preguiça conquistou todos os seus objetivos. No início do mês ele manteve seu cinturão do ACB Jiu-Jitsu, realizado no Cazaquitão, em seguida ele fez três lutas para conquistar o tricampeonato do Marianas Open, em Guam, e fechou o mês de abril faturando seu quarto título do Abu Dhabi World Pro, que rolou no último final de semana nos Emirados Árabes, se tornando um dos maiores vencedores do torneio.

Palavras do atleta Felipe Preguiça

“Fiz sete lutas no total em Abu Dhabi. Foram três na seletiva e quatro no evento principal. Durante o evento todo eu só levei dois pontos. Estou muito feliz com esse quarto título em Abu Dhabi”, disse Preguiça, que já mira seus próximos compromissos. “Fiquei muito satisfeito com o meu desempenho e agora estou ansioso para lutar o Mundial e o ACB Jiu-Jitsu. Só tenho a agradecer por tudo que vem acontecendo na minha carreira.”

Depois de conquistar a tríplice coroa com desempenhos de alto nível, Preguiça terá agora um mês para focar exclusivamente no Mundial da IBJJF, que acontece no início de junho na Califórnia, e em seguida entrar em ação mais uma vez pelo evento russo ACB Jiu-Jitsu.

“Foram três campeonatos em três semanas. Foi muito bom para pegar o ritmo para o Mundial de Jiu-Jitsu e também para o ACBJJ que vai rolar em junho, em Moscou”, concluiu o faixa-preta.

Fonte da notícia :
Gracie Magazine
(Fonte: Assessoria de imprensa do atleta)

Você já ouviu falar do Parajiu-Jitsu?

O parajiu-jitsu é uma modalidade que vem crescendo cada dia mais dentro do Jiu-Jitsu, são atletas com algum tipo de necessidade especial, que mostram porque são realmente especiais, pois com muita força, garra e determinação começam ou continuam a praticar essa arte marcial maravilhosa que não exclui ninguém.

Conheça a história de Elcirley Luz Silva e outros atletas dessa modalidade.

OSS…

 

Leia mais Parajiu-Jitsu a arte da superação

De torcedor a dono de cinturão na mesma noite

O cinturão de MMA da categoria meio-médio do Juiz de Fora Fight tem um novo dono!

O torcedor Luis Felipe Alvim  comprou o ingresso para assistir o evento da arquibancada e aproveitou um vazio no card para desafiar Carlos Eduardo Blade na luta principal da noite. O valente atleta é na verdade professor de muay thai e praticante de jiu-jitsu, e foi com essas técnicas que conseguiu finalizar seu oponente no primeiro round, mesmo sem nunca ter treinado artes marciais mistas.

Leia mais Torcedor substitui lutador em evento de MMA e vence

ATENÇÃO, não apoiamos nenhum tipo de maus-tratos com animais!

Mas essa notícia é simplesmente algo que não podemos deixar de postar.
Canguru lutando com um homem? Sim é isso mesmo que você leu, um homem procurava seu cachorro que tinha sumido em um campo, ao encontrá-lo, viu que o “dog” estava simplesmente “levando” um mata leão de um canguru, o dono não pensou duas vezes e correu para salvá-lo, mas esperem que o melhor está por vir, afinal estamos falando de um dos melhores lutadores de Boxe que encontramos na natureza.

Leia mais Canguru dá mata-leão em cão e dono luta para salvá-lo

A luta dos falastrões

Provavelmente você que acompanha o mundo das artes marciais, já ouviu os rumores de que poderia acontecer uma luta de Boxe entre dois dos maiores falastrões atuais do universo das lutas.
Estamos falando de nada mais, nada menos que o língua solta irlandês, Conor McGregor e do multicampeão de boxe Floyd Mayweather Jr, vulgo “Money”, que se aposentou em Setembro do ano passado.

Leia mais A luta dos falastrões Floyd Mayweather vs Conor McGregor

A velha polêmica voltou

Um dos colunistas do Paraná Online levantou a questão: “instrutores de artes marciais deve ser formado em Educação Física?”
Confira o texto e compartilhe conosco sua opinião.

“Essa é uma polêmica discussão que ocorre frequentemente nos corredores das faculdades de Educação Física e nas academias de Artes Marciais. Assunto que já foi discutido nos tribunais, com entendimentos diferentes e ainda merece muita reflexão até uma decisão final. Para ministrar aulas de Artes Marciais, é indiscutível a necessidade de alguns anos de prática, muito treinamento e dedicação. Entretanto, o conhecimento adquirido como praticante é o suficiente para tornar-se um instrutor?

Leia mais Instrutores de artes marciais devem ser formados em Educação Física?

× WhatsApp